Histórico

A história de Trabiju começa a ser contada no início deste século, com a chegada da Estrada de Ferro Douradense. Os fundadores do primeiro povoado foram os ferroviários, tendo à frente o pioneiro Ciro de Resende. Trabiju, pela sua privilegiada localização, passou a ser entroncamento da Douradense.

Ao lado uma composição da ferrovia que fazia o transporte de passageiros e tudo o que se pudesse transportar e que mantinha a economia do povoado. Além de ser a principal fonte economica do povoado, a ferrovia tambem era uma das principais atrações. A colônia ferroviária expandiu-se, sendo então criado o Distrito de Trabiju, através de lei estadual, de 21 de junho de 1934. Ao longo dos anos, a ferrovia modernizou-se com o impulso da lavoura cafeeira, a grande riqueza da época. A empresa ferroviária foi vendida à Companhia Paulista de Estradas de Ferro e posteriormente encampada pelo Governo de São Paulo. Em 1966, em pleno regime militar, foi decretada a extinção dos ramais ferroviários deficitários e Trabiju sofreu a maior crise de sua história, com a mudança em massa de sua população para outras cidades. O Distrito conseguiu sobreviver ao desastre do fim da estrada de ferro, graças à fibra e bairrismo dos poucos trabijuenses que não eram ligados à empresa que encerrava por aqui suas atividades e permaneceram morando em Trabiju com suas famílias, evitando sua extinção total e iniciando com muita bravura, a luta pelo seu reerguimento, tirando-a praticamente das ruínas e ficando marcados na história dessa nova e promissora cidade.

Datas comemorativas

Aniversário – 27 de dezembro
Fundação – 22 de junho de 1934
Gentílico – Trabijuense

Os primeiros representantes eleitos em 1996 (mandato de 1997/2000)

Prefeito: Silvio Rojes Filho, casado com Leonor Rodrigues Rojes
Vice-prefeito: Cláudio Ademir Vareda

Vereadores:
Aldamir Simões, José Luiz Vanzelli, Maria Elvira Dresdi Bortolozzo, João Francisco Tomazini, Miguel José dos Santos, Antônio Carlos Barbosa, Mário dos Santos Taboão, Luiz José dos Santos e Maurílio Tavoni Junior.

Presidente da câmara: Aldamir Simões (1997/1998) e Antônio Carlos Barbosa (1999/2000)

fonte: sp.cidades.e wikipedia